segunda-feira, 26 de julho de 2010

Fazendo a escolha perfeita!

As bijuterias são acessórios que nunca saem de moda, em tanto a escolha da bijuteria deve ser baseada em conjunto com a escolha da roupa. Quando se acerta na composição bijuteria e roupa, o resultado é um look perfeito!
Seis dicas básicas:
Dica nº1 - Se você for usar um colar imponente, esqueça os brincos. No máximo, use um brinquinho pequeno.
Dica nº2 - Os brincos e os colares devem combinar, independentemente de serem conjuntos ou não.
Dica nº3 - Os volumes dos colares devem ser compensados com materiais leves e cores discretas.
Dica nº4 – As bijuterias pequenas e médias são ideais para os trajes esportivos. Os longos podem acompanhar o decote ou se destacar no tecido da roupa.
Dica nº5 - As bijuterias espessas podem ser usadas sobre a roupa desde que o tecido combine com o metal.
Dica nº 6 – Os colares longos são ideais para quem tem uns quilinhos a mais ou centímetros a menos. O comprimento não deve ultrapassar a altura da cintura.

Muito busto: colares próximos do pescoço, de pérolas e correntes longas. Deixam a desejar: cordões que terminam imediatamente embaixo ou acima do busto.
Pouco busto: colares vistosos desviam a atenção do pescoço. Os feitos de contas aumentam o volume do busto e engordam. Colares de duas ou três voltas, com contas menores, causam o mesmo efeito, sem "pesar" na silhueta.Deixam a desejar: modelos que ultrapassem a linha das clavículas.
Ombros largos: colares que criem uma linha central alongada. Deixam a desejar: modelos curtos.
Ombros estreitos: colares delicados na linha dos ombros. Deixam a desejar: colares grandes e vistosos.
Pescoço fino: colares curtos e redondos com correntes curtas. A gargantilha também fica muito bem em quem tem pescoço fino e longo. Deve ser usada com decotes em "V" profundo ou arredondados. As gargantilhas feitas de contas aumentam a largura e diminuem o comprimento do pescoço Deixam a desejar: pingentes compridos e correntes em "V".
Pescoço curto: colares abaixo da linha inferior das clavículas, com pingentes alongados e verticais com correntes compridas. Os cordões médios compõem ótimo visual com decotes grandes, malhas e camisetas. Deixam a desejar: pingentes horizontais ou pequenos e correntes curtas.
Pescoço grosso: pingentes simétricos, de composição vertical, e correntes médias. Deixam a desejar: pingentes delicados e correntes curtas.
Pescoço de quem tem colo ossudo: pingentes leves e correntes compridas.Deixam a desejar: pingentes pontudos e correntes curtas.
Fonte. Diskbiju

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja bem-vinda(o) Meu Espaço do Meu Jeito.
Obrigada pela visita e pelo comentário.